/ Dicas da Conseg

5 coisas a se considerar antes de comprar um carro usado

31 Mar 20
3 min

É possível conseguir excelentes negócios ao comprar um veículo que já teve dono. Veja 5 pontos importantes para ter em mente antes de comprar um carro usado!

O ano de 2020 pode ser uma boa época para você trocar de carro. Uma pesquisa encomendada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) mostrou que 88% dos entrevistados pretendem trocar de carro neste ano, e 80% pensam em comprar um carro usado.

O mercado de usados tem boas ofertas, e é possível encontrar excelentes oportunidades. Porém, antes de comprar um carro usado é preciso pesquisar muito para evitar dores de cabeça no futuro.

5 pontos para considerar antes de comprar um carro usado

1. Realizar uma boa pesquisa

Antes de comprar um carro usado pesquise todos os detalhes possíveis. Procure o que os proprietários falam sobre determinada marca, confira modelos e equipamentos de série.

Também faça uma pesquisa para ver quais concessionárias vendem o tipo de carro escolhido, até como forma de comparar os valores praticados em cada estabelecimento.

Por fim, tenha conhecimento dos preços praticados no mercado antes de fechar qualquer negócio. A Tabela Fipe é uma boa fonte de consulta, já que ela mostra o valor oficial de mercado.

2. Conferir a situação legal do carro

Verifique o histórico do carro para ver se ele tem multas, se está com a documentação em dia e não há nenhum registro de furto ou roubo. No site do Detran é possível ver se o número da placa e do chassi conferem. 

Busque sempre a segurança e tenha certeza de que o carro não está envolvido em nenhuma ilegalidade.

3. Verificar a quilometragem

A quilometragem também deve ser levada em consideração antes de comprar carro usado. Quanto mais baixa melhor, já que carros mais novos tendem a lhe poupar gastos na hora da manutenção.  

No entanto, fique atento com modelos antigos e quilometragem muito baixa. Isso porque é possível adulterar o veículo e colocar números abaixo dos reais, disfarçando o tempo de uso. Neste caso, verifique algumas peças para ver se elas condizem com a quantidade de uso que supostamente tiveram.

4. Contar com a ajuda de um mecânico

Um mecânico de confiança pode ajudá-lo a identificar possíveis problemas o olho nu não percebe. Apenas ouvindo o motor, ele já terá uma ideia de como anda a máquina. 

A avaliação ainda pode incluir:

  • Vazamento de óleo;

  • Se as trocas de marcha estão corretas;

  • Firmeza da direção;

  • Se o carro já foi batido alguma vez.

5. Decidir como você vai pagar

Você conferiu a documentação, foi ao mecânico e agora chegou o momento de decidir sobre o pagamento antes de comprar carro usado. O mais indicado é a quitação à vista, já que o poder para negociar um valor melhor é maior.

Já a escolha pelo financiamento pode não ser uma boa, pois essa modalidade vem carregada de juros. Dependendo da taxa praticada, você pode acabar pagando o valor de dois carros ao final.

Utilize o consórcio para a compra do seu carro usado!

Se você não tem todo dinheiro em mãos, mas quer comprar seu carro usado, o consórcio pode ser uma boa alternativa. Com ele não há cobrança de juros, e você consegue se organizar com o valor das parcelas mensais.

Para dar uma ideia, mais de 520 mil contemplações de veículos leves foram registradas entre janeiro e novembro de 2019. Os créditos concedidos provocaram a participação de 24,3% nas vendas do mercado interno. 

Essa porcentagem equivale a quase um veículo a cada quatro vendidos no país. Os números são da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC).

Que tal fazer parte desse número e conquistar seu carro novo sem juros e sem entrada? Clique aqui e faça a sua simulação.



Por Conseg
Oferecemos as melhores opções de consórcio de automóveis e imóveis do mercado, com mais de 27 anos de história.

Fique por dentro das nossas novidades